João Azevêdo anuncia renovação do Programa de Aquisição de Alimentos

O governador João Azevêdo anunciou, nesta segunda-feira (8), a renovação até o mês de dezembro do subsídio estadual destinado aos produtores e usinas de beneficiamento de leite, que fornecem ao Governo do Estado, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos – modalidade leite (PAA-Leite). O estado vai investir cerca de R$ 5 milhões na contrapartida do Programa. O anúncio foi feito durante o programa Conversa com o Governador, transmitido em cadeia estadual pela rádio Tabajara.

O Programa contempla mais de 1.300 produtores em 73 municípios paraibanos, garantindo alimento para 29 mil famílias que são beneficiadas com leite do PAA-Leite. O PAA-Leite é um programa executado por meio de um convênio com o Governo Federal e hoje conta com recursos que giram em torno dos R$ 24 milhões, dos quais cerca de 5 milhões são próprios do Estado, que os repassa a título de contrapartida financeira. Desde 2020, os Estados produtores aguardam novo convênio, que possibilite uma ampliação do programa, bem como a atualização dos preços pagos pela União.

Durante o Conversa com o Governador, João Azevêdo lembrou que o Programa de Aquisição de Alimentos já existe há um bom tempo, mas por não ser reajustado o valor por parte do Governo Federal, estava se tornando inviável para os produtores de leite da Paraíba. “Então, o Governo autorizou o acréscimo de 25 centavos por cada litro de leite de vaca e 20 centavos a mais no valor do leite de cabra, aos pequenos produtores para que esse valor viabilizasse e desse continuidade ao programa. Fizemos isso até outubro, porque havia a expectativa de que o Governo Federal iria renovar e adequar os novos valores. Isso não aconteceu. O que foi feito, em nível federal, foi a prorrogação até dezembro com o compromisso de que em dezembro será feito o reajuste. Da mesma forma, nós estamos anunciando à população e garantindo aos produtores que também vamos manter a diferença que o Governo paga até dezembro”, explicou.

O governador ainda acrescentou: “Essa é uma forma de garantir a produção do leite e a renda das pessoas que dependem desse segmento, além de levar essa produção as pessoas mais carentes. Com isso, o estado vai bancar cerca de R$ 5 milhões dessa contrapartida. Espero que o Governo Federal honre o compromisso de, em dezembro, garantir um novo preço para que o estado possa investir esse recurso em melhorias para o segmento”, frisou.

Compartilhar no Google Plus

Rota de Noticia

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário