Pirpirituba fecha parceria para reativar antiga usina e pode se tornar referência em algodão no Nordeste

A Prefeitura de Pirpirituba fechou uma importante parceria para a geração de emprego e renda, bem como para visibilidade do município no cenário produtivo do Nordeste, em reunião com representantes do Governo do Estado, do Instituto Casaca de Couro e o da Embrapa Algodão.

De acordo com parceria firmada, será reativada a antiga usina de algodão localizada na Rua José Cruz, em Pirpirituba, que servirá como referência no Nordeste para a atividade de descaroçamento de algodão orgânico, ação que fomentará a agricultura local e regional, proporcionará a geração de renda e o crescimento econômico do município.

Na reunião, que aconteceu de forma remota na manhã desta terça (13), estavam o Prefeito Denílson Freitas, o Procurador do Município Danilo Rocha; a Secretária de Administração do Estado, Jaqueline Gusmão; a Presidente do Instituto Casaca de Couro, Maysa Gadelha e o Presidente da Embrapa Algodão, Alderi Emídio.

A Paraíba é o maior produtor de algodão orgânico da América Latina e o município de Pirpirituba, com a parceria, ganhará lugar de destaque nessa cadeia produtiva.

Sobre a Embrapa Algodão

A Embrapa Algodão é uma das 42 Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Com sede em Campina Grande, na Paraíba, atua em todo o país, na geração de tecnologias, produtos e serviços para as culturas do algodão, mamona, amendoim, gergelim e sisal. Conta com 209 empregados, além de uma equipe de estagiários, bolsistas e prestadores de serviço. Desenvolve pesquisas e inovações nas áreas de melhoramento genético, controle biológico, biotecnologia, mecanização agrícola, qualidade de fibras de algodão, sanidade vegetal, entre outras.


Jean Ganso com Assessoria

Compartilhar no Google Plus

Rota de Noticia

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário