Padre guarabirense chama o presidente Bolsonaro de genocida, imoral, irresponsável e que tem o prazer de matar


Indignado com o posicionamento do presidente da república Jair Bolsonaro em relação a pandemia de Covid-19, o Padre Adauto Tavares, responsável pela Comunidade de Guadalupe, no bairro do Nordeste I, em Guarabira-PB, soltou o verbo durante a celebração da missa realizada na manhã deste domingo (28), transmitida pela internet, e chamou o presidente de: “genocida, imoral e irresponsável”.

“O presidente da república do Brasil é um imoral! Um homem que não tem moral nenhuma. É um irresponsável! Enfatizou o sacerdote, dizendo que queria dizer outra coisa, mas não o faria porque seria pecado durante a missa.

O Padre Adauto também disse que Bolsonaro não tem responsabilidade com a vida de ninguém e que o mesmo é uma pessoa que tem prazer em matar e tirar a vida das pessoas.

O religioso disse ainda que enquanto outros líderes vão às ruas pedir para o povo ficar em casa, o presidente do Brasil dá mau exemplo andando sem máscara e promovendo aglomerações.

Em outro trecho da sua homilia, o Padre também classificou como sem moral as pessoas que votam no presidente.

Diante da repercussão das declarações feitas por Padre Adauto, muita gente foi às redes sociais e às emissoras de rádio para dar apoio à sua fala, concordando com tudo o que foi dito. Por outro lado, alguns apoiadores se manifestaram contra, fazendo críticas severas.

Veja no vídeo abaixo, as declarações do Padre.




Compartilhar no Google Plus

Rota de Noticia

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário