http://www.betsporting.com.br/


ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Pesquisa realizada pelo Instituto Consult sobre a disputa pelo Governo da Paraíba revela que o candidato do PSB, João Azevêdo, é menos rejeitado pelo eleitorado entre os três primeiros colocados. O levantamento realizado entre os dias 8 e 12 deste mês mostra que apenas 9,1% dos entrevistados responderam que não votariam de “maneira alguma” no socialista.
A pesquisa Consult mostrou, ainda, que o candidato mais rejeitado entre o eleitorado paraibano é o senador José Maranhão, candidato do MDB, que foi citado 23% dos entrevistados.
Na segunda colocação, ficou o candidato do PV, Lucélio Cartaxo, com índice de rejeição de 12,9%. Tárcio Teixeira, do PSOL, registrou 5% de rejeição, enquanto Rama Dantas, do PSTU, foi citada por 4,4% dos entrevistados.

Preferência do eleitor

Na contramão da pesquisa que aufere o índice de rejeição dos candidatos, com 12,25% das intenções de voto, João Azevêdo aparece isolado na primeira colocação da preferência do eleitorado no levantamento espontâneo, quando o entrevistador não oferece opções de nomes para o entrevistado.


Em segundo luar, ficou o senador José Maranhão (MDB), com 6,95%, praticamente a metade das intenções de voto do candidato socialista. Na terceira posição, está o candidato do PV, Lucélio Cartaxo, com 5,65%.
Já na pesquisa estimulada, quando o entrevistador apresenta ao entrevistado os nomes dos candidatos, Maranhão passa a ser o mais lembrado, com 22,50% das intenções de voto; João Azevêdo tem 21,35%; Lucélio Cartaxo, 16,20%; Tárcio Teixeira, 1,75%; e Rama Dantas, 0,10%.

Dados da pesquisa

Realizada entre os dias 8 e 12 deste mês, a pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número PB 03853/2018. Foram realizadas 2 mil entrevistas em sete regiões do Estado. Os resultados estão sujeitos a um erro máximo permissível de 2.0%, com confiabilidade de 95%.
O Instituto Consult abordou o eleitor sob as candidaturas de presidente, governador, senador, deputados federal e estadual e, ainda, avaliação do governo Ricardo Coutinho (PSB).

Veja gráfico abaixo



3
0 Comentários

Postar um comentário