http://www.betsporting.com.br/


ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Permanece preso, o elemento Arivaldo Rocha de Carvalho, vulgo Tuquinha, que mantinha, no Conjunto Bela Vista, na cidade de Araçagi, a esposa e o filho de seis meses em cárcere privado. A mulher, que tinha sido amarrada por ele, conseguiu se soltar e fugir, chamando a polícia, que se dirigiu até a residência e deu início às negociações para que ele liberasse a criança.
De acordo com o que a reportagem do Portal25horas conseguiu apurar, Tuquinha já tirou cadeia por tentativa de homicídio. Em agosto de 2010, ele atacou covardemente a investigadora da Polícia Civil, Matildes Monteiro, e de posse de uma faca desferiu diversos golpes pelo corpo de Matildes. Ele foi preso, mas devido a progressões de regime, já estava em liberdade.
No episódio dessa semana, a guarnição comandada pelo sargento Arimateia foi informada pela vítima que o acusado teria passado o dia todo perturbado e que, à noite, a amarrou dizendo que pessoas queriam pegá-la. Já do lado de fora da casa, ela pedia para que o marido entregasse o seu filho, mas ele se recusava e também não atendia ao pedido dos policiais para que mostrasse e devolvesse a criança para a mãe.
Em determinado momento, o acusado saiu da residência com a criança no colo e se negou a entregá-la. Em seguida, percorreu algumas ruas do conjunto e quando a guarnição se aproximou dele, ameaçou jogar o filho ao chão. No entanto, com o devido acompanhamento e cautela necessárias e aproveitando-se de um momento de desatenção do acusado, os policiais conseguiram retirar a criança do colo dele com segurança.
O acusado então reagiu à prisão, sendo necessário o uso moderado da força para contê-lo e algemá-lo. Em seguida, ele foi conduzido à delegacia e apresentado à autoridade policial, onde foi autuado por violência doméstica e maus-tratos a criança.
De acordo com o que a reportagem do Portal25horas conseguiu apurar, Tuquinha já tirou cadeia por tentativa de homicídio. Em 2010, ele atacou covardemente a investigadora da Polícia Civil, Matildes Monteiro, e ade posse de uma faca desferiu diversos golpes. Ele foi preso, mas devido a progressões de regime, já está em liberdade.
Jean Ganso com Portal 25 horas
3
0 Comentários

Postar um comentário