http://www.betsporting.com.br/


ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Presidente do PSB Célio Alves 
A polêmica em torno do camarote frontstage na Festa da Luz 2018 só está começando. Depois de questionar nas redes sociais a novidade lançada pelo prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), o radialista Célio Alves, presidente do PSB de Guarabira acionou o Judiciário para barrar o frontstage. Nesta terça (23), através do advogado Henrique Toscano, ele ajuizou uma Ação Popular com pedido de liminar suspendendo esse tipo de camarote vip. “Resolvi recorrer à Justiça porque o prefeito não escuta ninguém é governa guiado pela máxima do ‘quero, posso, mando’, ignorando as ponderações da sociedade”, disse Célio Alves.
Na ação judicial, o radialista questiona a prefeitura sob o argumento de que o frontstage impede que as pessoas de menor condição financeira tenham acesso às imediações do palco para assistir mais de perto aos shows de seus artistas preferidos. “Para muita gente, a única oportunidade de assistir ao show de Wesley Safadão, por exemplo, é num evento público como esse, e isso não está sendo respeitado pelo prefeito”, argumentou o radialista.
Célio Alves ainda questiona a contratação da empresa para explorar a área do frontstage, que ocorreu sem licitação. Segundo ele, se o prefeito diz que esse tipo de camarote tem o fim de arrecadar para o Município, deveria ter feito licitação, pois haveria a chance de ofertar maior e de mais recursos para os cofres municipais.
“Numa declaração à imprensa, o prefeito disse que faz festa quem pode, quando questionado sobre os altos valores do evento. Ora, se é assim, por que ele quer arrecadar mais? Se pode, não deveria sacrificar o direito dos mais pobres”, argumentou Célio.
O advogado Henrique Toscano revelou que espera o julgamento do pedido liminar o quanto antes, visto que a Festa da Luz começará no próximo dia 29.
Rafael San
3
0 Comentários

Postar um comentário