http://www.betsporting.com.br/



ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video


O juiz Aluísio Bezerra, durante audiência de custódia realizada na noite desta quarta-feira (5), decretou prisão preventiva do prefeito de Bayeux, Berg Lima (Podemos), detido suspeito de cometer suposta corrupção ativa. Foi determinado também o afastamento do gestor das funções na Prefeitura Municipal de Bayeux, que ficará sob responsabilidade do vice-prefeito Luiz Antônio (PSDB) e ainda busca e apreensão na Prefeitura e na residência do gestor. Berg ficará detido no 5º Batalhão da Polícia Militar. .

"Na hipótese em tela, estão plenamente preenchidos os pressupostos da prisão preventiva. De fato, tanto a materialidade dos crimes imputados ao investigado, quanto a sua autoria exsurgem no contexto investigativo em epígrafe, notadamente, em razão da existência de uma verdadeira atuação criminosa praticada por agente público (prefeito) exigindo para si, diretamente, no exercício de sua função, vantagem indevida, no Município de Bayeux", destacou Octávio Celso Gondim, promotor de Justiça e membro do Gaeco na medida cautelar penal apresentada pelo Ministério Público e apreciada pelo juiz Aluísio Bezerra.

Sobre a determinação da busca e apreensão, a Medida Caltelar diz que "em razão da eclosão das investigações e tendo conhecimento do mentor do esquema, necessário e imprescindível se faz a busca e apreensão, nos endereços consignados no pedido final, em harmonia com todo o escorço fático e probatório até então desenvolvido, a fim de colher maiores elementos de prova em razão do investigado e de outros componentes do esquema criminoso que podem ser percebidos na prospecção investigativa".

Segundo denúncia, Berg estaria extorquindo fornecedores, cobrando metade do dinheiro que a prefeitura devia a eles, referente à gestão passada, para então liberar pagamentos. A prisão aconteceu por meio de operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e pela Polícia Civil, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) da Capital.

De acordo com o delegado Lucas Sá, titular da DDF e responsável pela prisão do prefeito, Berg ficará à disposição da Justiça no Centro de Ensino da Polícia Militar, no bairro de Mangabeira, na Zona Sul da Capital.

Cassação

O presidente da Câmara Municipal de Bayeux, Mauri Batista, deve convocar uma sessão extraordinária para tratar sobre um possível afastamento do prefeito. A sessão será em caráter extraordinário porque a Casa está em recesso parlamentar.

De acordo com o procurador da Câmara, Aércio Farias, as providências estão sendo adotadas para a realização da sessão. "Estamos tomando conhecimento das denúncias para informar aos vereadores. Diante das explicações da Justiça e do prefeito, os parlamentares tomarão uma decisão", disse.

Outro lado

A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Bayeux divulgou uma nota em que afirma que "o prefeito de Bayeux, Berg Lima, foi vítima de uma armação política que se utilizou de um empresário inescrupuloso para tentar destruir um mandato obtido por meio da maior votação da história do município.

Segundo a nota, o prefeito confia na Justiça e irá esclarecer os fatos, provando que não praticou qualquer ato ilegal contra o povo e a cidade.



3
0 Comentários

Postar um comentário