http://www.betsporting.com.br/


ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Chico Brasileiro (Foto: Rádio Cultura de Foz do Iguaçu)
Natural de Piancó, onde nasceu em 7 de outubro de 1965, o paraibano Francisco Lacerda Brasileiro foi eleito ontem (2) prefeito da cidade de Foz do Iguaçu, Paraná, pelo PSD. Chico Brasileiro, como é mais conhecido, somou 69.469 votos (56,35% dos válidos), vencendo Phelipe Mansur (Rede), o segundo colocado, que obteve 38.039 votos (30,85%).
O resultado final foi divulgado às 18h06 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo calendário divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), Chico deve assumir a Prefeitura até o dia 20 deste mês, juntamente com seu vice Nilton Bobato, do PCdoB.
Deputado estadual, ele disputou as eleições de outubro de 2016 e obteve 54.488 votos, perdendo para o ex-prefeito Paulo Mac Donald Ghisi (58.163 votos). Que não pôde assumir porque estava com a candidatura impugnada. Impugnação confirmada pelo TSE, que convocou novas eleições municipais.
Trajetória
Formado em Odontologia pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), de Campina Grande, militou no movimento estudantil pelo PCdoB e ajudou a criar o Diretório Acadêmico do seu curso, do qual foi presidente. Participou também da Pastoral da Juventude. Mudou-se para Foz do Iguaçu desde 1989, onde reorganizou o partido pelo qual elegeu-se vereador em 2000, sendo reeleito em 2004.
Já foi secretário municipal de Saúde em 2005 e eleito vice-prefeito de Foz em 2008 na chapa encabeçada por Paulo Mac Donald Ghisi, tendo assumido a prefeitura no final de 2009. Em 2012, concorreu à Prefeitura, ficando em segundo lugar com 62.911 votos. Em 2013, deixou o PCdoB e ingressou no Partido Social Democrático (PSD). Em 2014, candidatou-se a deputado estadual e foi eleito com 50.930 votos.
Foz do Iguaçu é uma das cinco maiores cidades do Paraná, com mais de 270 mil habitantes, e o terceiro destino turístico do Brasil, graças às Cataratas do Iguaçu e à Usina Hidrelétrica de Itaipu, a segunda maior em tamanho e a primeira em produção de energia elétrica no mundo.

Por Jean Ganso, com Rubens Nóbrega
3
0 Comentários

Postar um comentário