http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Após quatro meses de investigação, na manhã desta quinta-feira (16), onze pessoas foram presas na operação “Fim de Linha”, desencadeada em conjunto com as Polícias Militar  e Civil, envolvendo 64 policiais.
Foram expedidos 14 mandados de prisão para membros de duas quadrilhas especializadas em roubar empresas, veículos de cargas e estabelecimentos comerciais, com destaque a roubos ao cofre de uma distribuidora de bebidas onde 90 mil reais foram levados em novembro de 2016  e o roubo a um dono de posto de gasolina em Guarabira, na ocasião, roubaram 59 mil reais.
Um dos grupos é liderado por Ailton Francisco, conhecido como “Nego Velho”, com ligações no Bairro do Rosário. O outro grupo é liderado por Raianderson dos Santos, conhecido como “Rai”, com ligações no Bairro do Nordeste. Segundo dr. Ricardo Sena, o grupo de “Nego Velho” teria praticado o roubo de uma grande distribuidora de bebidas no ano passado. Uma das quadrilhas era comandada por um presídio. A investigação durou 4 meses e é resultado do planejamento estratégico de combate a crimes patrimoniais violentos atribuídos aos comandos da Polícia Civil e Militar.
Foram presos:
Quadrilha 1- roubo às distribuidoras de bebidas e caminhões:
Raianderson dos Santos Oliveira “Rai”- presidiário, comandava a quadrilha ,
Valdemira Alves Fernandes , “Bia”, de 23 anos,
Jhonata Tacashi Ferreira , “Japonês”, 33 anos, (até o momento não foi pego),
Laelson Francelino da Silva , “Dedé”, 46 anos,
Edemilson da Silva Rosemiro, “Ném” ou Neném”, 18 anos,
Giovane Artom da Costa Moreira, 18 anos,
Zacarias Honório da Silva Filho, “Zaquinha”, 29 anos,
João Victor Pontes Ferreira, “vitinho”, 18 anos, presidiário,
Quadrilha 2- roubo a empresários, postos de gasolina e outros estabelecimentos:
Ailton Francisco- “Nego Véio”, cabeça da quadrilha, 25 anos, (até o momento não foi pego)
Joalisson Soares Ribeiro, “Galego”, 21 anos de idade, presidiário,
Erinaldo de Oliveira, “Vado”, 24 anos, (estava com passagem comprada para a fuga)
Josenildo Francisco, “Da Lua”, 23 anos,
Alison da Silva Moura, 20 anos, presidiário, (até o momento não foi pego).
Wellington da Conceição, “Pinduga”, 33 anos de idade.
“O dr. Hugo Lucena fará as oitivas para identificar o que cada individuo fez nestas ações. O assaltante tem uma peculiaridade. Eles se armam apenas para as ações, por isso, não foi encontrado nada na casa deles. Estas armas geralmente são emprestadas ou guardadas em outro local e no dia da ação eles as adquirem”, disse o dr. Ricardo Sena.

Jean Ganso, com Nordeste I
3
0 Comentários

Postar um comentário