http://www.betsporting.com.br/



ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Na tarde da ultima terça feira (21), em uma ação inédita para aqueles que viveram este dia, transbordou o amor e o reconhecimento ao ser humano por trás do diagnóstico. Um grupo de pessoas passaram uma tarde diferente, iniciando com atividades recreativas e terminando por entrarem pela primeira vez em uma sala de cinema. O aconchego, a receptividade, a alegria estampada nos rostos de quem viu aquela grande tela pela primeira vez esteve presente lançando raios sobre a ignorância de muitas pessoas que não compreendem as nuances da subjetividade humana.

Todos temos direito ao lazer, a ser felizes.

Uma pessoa que sofre com transtorno mental é realmente um sofredor. Não por causa do transtorno, que às vezes pode diminuir as relações afetivas humanas, restringi a inserção social ou limitar as capacidades cognitivas, mas principalmente sofre pela dificuldade em enfrentar o preconceito e a falta de compreensão daqueles que deveriam ser os primeiros a compreender que uma pessoa com transtorno mental é plenamente capaz, sim, de ser tratado como um ser humano que tem necessidades alimentares, de saúde, de educação, de carinho, de afeto, de atenção, de lazer e, sobretudo, de acolhimento.

Sendo esta a proposta do CAPS, de levar humanização para as pessoas que sofrem, lançando um novo olhar sobre si mesmas e sobre suas funções dentro dos ciclos sociais em que permanecem, nós da equipe do CAPS pretendemos levar qualidade de vida aos nossos usuários e AMIGOS, que estão conosco todos os dias e frequentam as atividades porque se sentem bem nelas. Por isso, tivemos a oportunidade, junto com o prefeito Jeová José, dentro dos limites legais da administração, e seguindo a proposta que o Governo Federal, através do Ministério da Saúde e seu programa de promoção de saúde mental, de promover aos nossos amigos usuários a oportunidade de se sentirem importantes e felizes, em programação de lazer ao iniciar a nossa semana carnavalesca.

Quem passa boa parte do tempo sofrendo merece ser tratado com respeito. E essa foi exatamente a atitude que o Prefeito Jeová junto com o seu Secretário de Saúde José Neto, bem como a coordenadora da atenção básica Shenia Bronzeado tomou as providencias  acolhendo nossa proposta de promover lazer, entretenimento e cultura em uma tarde diferente para os nossos amigos usuários.

Ainda é chocante e triste perceber os olhares que se dirigem a nós de quem não conhece a realidade de uma pessoa que é usuária do serviço Caps e de quem os percebe como alguém menos humano e passível de incompreensão e preconceito. 

Não foi com pouca dificuldade que conseguimos realizar um sonho, uma vontade, um desejo de levar satisfação e lazer de qualidade aos cidadãos alagoinhenses que frequentam o nosso serviço.

Agradecemos à equipe da gestão "Respeito a todos", na pessoa do prefeito Jeová, por se comprometer com a dignidade da pessoa humana, elevando o compromisso do serviço Caps com o bem estar e desconstrução da cultura de que a pessoa com transtornos mentais não é gente.

Os olhos de alegria, os sorrisos e a de desenvoltura dos nossos amigos que conheceram a sala fria, aconchegante e de tela enorme pela primeira vez  são o melhor pagamento.

A equipe do CAPS agradece ao prefeito Jeová José, Secretário José Neto, Shenia Bronzeado pelo total apoio,








Assessoria Jean Ganso
3
0 Comentários

Postar um comentário