http://www.betsporting.com.br/



ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video





A polêmica envolvendo um caso de possível preconceito de um padre contra um homoxessual, ocorrido na cidade de Tacima-PB, divulgado inicialmente pelo blog do Felipe Silva, teve desdobramentos e repercutiu nas redes sociais e na imprensa paraibana.

O jovem Janilson Mororó publicou essa semana em seu perfil no Facebook, que havia sido orientado pelo padre João Firmo a se afastar do Encontro de Jovens com Cristo (EJC), pelo fato de ele ser assumidamente gay e teria sugerido às pessoas que mantém relação com pessoas do mesmo sexo a fazerem o mesmo caminho.

A postagem do rapaz teve grande repercussão com muitos compartilhamentos e comentários condenando a postura do religioso.
No mesmo blog, Felipe trouxe a versão do administrador diocesano, monsenhor José Nicodemos, não houve da parte do padre João Firmo esse tipo de orientação e que o jovem que se sentiu ofendido havia sido procurado e convidado a continuar a caminhada no ECC. 

“Sinta-se acolhido e respeitado por todos nós”, disse o monsenhor.

Leia a mensagem encaminhada 
por Nicodemos ao blogueiro:

Boa tarde Felipe Silva.

Há poucos instantes falei com o jovem Janilson Mororo. E mandei para ele a seguinte mensagem:

Prezado Janilson! Falei agora a pouco com pe Joao sobre essa situação que vc se referiu em sua msm! Ele me disse q não proibiu vc de nada, e que vc pode participar plenamente do ejc. Da minha parte vc pode continuar participando do ejc do mesmo jeito que participava antes. Nos, Pe João e eu,  não somos a favor de nenhum tipo de discriminação. Continue participando normalmente do ejc. Qualquer coisa me mantenha informado. E fico feliz de saber q vc tem amor a Igreja e quer continuar participando dela. Deus o abençoe. Acho que tudo foi um mau entendido e talvez fofocas de pessoas. Pode também conversar pessoalmente com o pe Francisco ou ligar para o pe Joao. Abraços, mons Nicodemos. Sinta-se acolhido e respeitado por todos nós. Qualquer coisa pode me ligar”.

Nesta terça-feira (17), Mororó voltou a tratar do assunto na mesma rede social, revelou ter recebido contato do líder da igreja católica no Brejo, agradeceu a atenção dispensada, disse que Nicodemos pediu desculpas em nome da igreja, pediu que ele voltasse às atividades, mas o rapaz decidiu não mais participar do ECC, alegando que agora vai voltar à “minha vida normal”.

Portal 25 Horas

















3
0 Comentários

Postar um comentário