http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

No Próximo dia 22 de Janeiro será a abertura do 1º Torneio Início do Campeonato Municipal de FUTSAL na cidade de Alagoinha PB, e a partir da primeira semana de fevereiro, começa o campeonato. Ontem (13) de Janeiro aconteceu um grande encontro com os atletas das 22 agremiações que farão parte do torneio; expondo os troféus para o grande campeão e o vice-campeão e medalhas de premiação para o melhor goleiro, artilheiro e jogador destaque do torneio.

Os atletas contam com o apoio do prefeito Jeová José, a vice Maria de Zé Roberto, o secretário de esportes Wemerson de Antônio de Mario, seus coordenadores Lecivaldo e Naldo Daniel. A arbitragem é de Aílton Costa, coordenador de arbitragem da federação de FUTSAL, com sede em João Pessoa. Estiveram presentes os vereadores Kito, Marcondes de Durval, Chico Francisco e Jefferson Daniel, incentivando o esporte municipal. 

“Apesar das dificuldades é preciso incentivar o esporte e este será o primeiro de muitos campeonatos. Teremos uma abertura com estilo, com música, imprensa e toda a dignidade que o acontecimento e vocês merecem,” completou o prefeito Jeová José. A vice-prefeita Maria de Zé Roberto desejou boa sorte aos atletas.
==========================

No Mesmo dia


 Secretaria da Educação apoia sarau de jovens poetas e escritores

Uma noite incomum neste dia 13 de janeiro. A Biblioteca Municipal de Alagoinha recebeu jovens poetas e escritores do município com o tema: ”Tu escreves o quê?”, organizado por Alex Mateus, Dora Montenegro, Antônio Henrique e Marcele com apoio do secretário da educação, Joel Cavalcante, professora Maria José do Vale, Denizalva, Solange de Azougue, Aninha e outras, esteve presente o prefeito Jeová José e a vice Maria de Zé Roberto.

No encontro, os jovens leram poesias, tocaram músicas com voz e violão. Apresentaram uma literatura dinâmica e de grande influência nas sociedades regional e internacional, como o poeta paraibano Augusto dos Anjos e sua obra imortal EU, Mia Couto, escritor e poeta moçambicano. Eles falaram sobre como foram influenciados pela literatura e de como esta arte influenciam suas vidas.

“Eu não procuro a poesia, ela me encontra,” disse o jovem escritor Alex Mateus. Para ele, a literatura é uma espécie de epifania com o eterno. O poeta sente as dores do mundo, pois é escravo da dor. Nesse mundo algoz o poeta cria um mundo paralelo, afirmou. Segundo seu testemunho, ele tenta pegar o simples e transformar no profundo. “O poeta me diz que eu posso suportar ventos fortes,” completou.

O prefeito Jeová José disse que o próximo Sarau será na praça porque a Biblioteca ficou pequena. “Vocês tem todo meu apoio, pois este é um momento de paz!” Acrescentou o prefeito.

João Adriano Silva
Portal da Transparência






3
0 Comentários

Postar um comentário