http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Ainda nem começou o Verão, mas as temperaturas estão elevadas. Com isso, cresce o número de mulheres e crianças com inflamações causadas por um fungo: a cândida. A candidíase, como é conhecida a doença, é comum aparecer com o aumento da temperatura, umidade e a baixa da imunidade. Roupas de banho molhadas facilitam a proliferação dos fungos. Outro fator de transmissão ocorre por meio da relação sexual sem o uso de preservativo.

A ginecologista e diretora do Instituto Cândida Vargas (ICV) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Ana de Lurdes, recomendou que as pessoas usem roupas leves, façam alimentação saudável e evitem comer muito doce. “O principal fator que desencadeia a doença é a baixa imunidade, por isso é importante uma alimentação saudável. A alteração do ph vaginal também é outro fator. O calor e a umidade causam alteração na acidez da vagina e assim reduz a defesa da flora de proteção. Por isso, é importante fazer uma higienização correta”, explicou.

Ainda de acordo com a médica, os sintomas comuns da doença são inchaço, coceira, ardor, inflamação e secreção esbranquiçada. “A candidíase deixa o sistema reprodutor feminino vulnerável e abre as portas para a proliferação de bactérias, os microorganismos se aproveitam da lesão”, alertou a ginecologista Ana de Lurdes. A doença é comum também durante a gravidez e em pessoas com diabetes.

Já a candidíase de repetição, é quando a mulher tem mais de três episódios diagnosticados da doença por ano. “Com o ambiente mais úmido e quente, a cândida se fortalece e aumenta os casos, rompendo esse delicado equilíbrio de defesa da vagina e provocando inflamações. Nos casos de várias repetições da doença é necessário fazer também o tratamento do parceiro sexual”, explicou a especialista.

Segundo a ginecologista as crianças também podem sofrer com a candidíase. “Elas não tem a defesa da flora vaginal tão bem organizada como uma mulher adulta. Por esse motivo, a sensibilidade é maior. Além do que, as crianças sentam-se em qualquer lugar e muitas vezes ficam por muito tempo com roupas molhadas. A água da piscina contaminada também pode transmitir a doença para as crianças, por isso, é importante a limpeza dessa água e que as crianças não compartilhem piscinas com adultos”, ressaltou Ana de Lurdes.

Serviço – A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) oferece exames citológicos em todas as Unidades de Saúde Família, atualmente, são 192 unidades. No entanto, se o paciente necessitar de um tratamento mais especializado ele é encaminhado para o tratamento nos Centros de Atenção Integral à Saúde (Cais), localizado nos bairros Jaguaribe, Cristo Redentor e Mangabeira.

Dicas para evitar a candidíase:

-Fazer a higiene íntima com produtos adequados e próprios para a região;

-Usar sempre roupas frescas e leves;

-Dar preferência ao uso de saias e vestidos;

-Usar calcinhas de algodão;

-Evitar o uso dos protetores diários;

-Evitar calças jeans apertadas;

-Evitar o uso de roupas com tecido sintético;

-Evitar roupas úmidas por muito tempo como biquínis e malhas de ginástica;

-Secar bem o corpo depois do banho;

-Não dividir toalhas e peças íntimas;

-Usar sempre preservativos em relações sexuais;

-Manter uma alimentação equilibrada e saudável, com menor ingestão de açúcar e carboidratos ajuda a controlar a doença e a aumentar a imunidade.


3
0 Comentários

Postar um comentário