http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video



ricardo_hoje
O governador Ricardo Coutinho, presidente de honra do PSB, reuniu hoje os 53 prefeitos e 17 vice-prefeitos eleitos no Hotel Sapucaia, em João Pessoa. Em entrevista à imprensa, o socialista surpreendeu ao admitir que pode não participar das eleições de 2018, para as quais seu nome é cotado para concorrer ao Senado Federal.

“Tenho certeza que no momento oportuno, o governo haverá de colocar um nome que possa conduzir a continuidade dessa política que muda a Paraíba. Eu não estou pensando muita coisa para mim. Eu jogo onde for melhor para o time. Se o time quiser, eu fico. Não tenho problema. O que eu tive da política, eu jamais imaginaria ter tido e sou muito grato pela generosidade do povo da Paraíba. Eu jogo para o time. Se a gente imaginar que eu devo ficar, eu ficarei. Se acharem que eu devo fazer parte de uma chapa em qualquer posição, eu farei. Isso não está na minha agenda. Nenhuma das minhas eleições eu programei”, disse Ricardo.

Ele acrescentou que o Governo tem um acervo de obras grande e esse legado deve ser apropriado “por alguém que represente a simbologia da continuidade desse processo de mudanças na Paraíba”.

Finalmente, avaliando os resultados eleitorais, Ricardo admitiu que o lançamento da professora Cida Ramos à prefeitura de João Pessoa foi feito de forma tardia. Mas, ele acrescentou que o saldo eleitoral foi de um movimento conservador: “Cida não era candidata. Ela começou há 4 meses com 0,2%. É preciso reconhecer a conjuntura que o país vivencia. E isso que saiu das urnas não é o Brasil real. Isso é um país profundamente conservador, que não é o Brasil, que é um país de centro-esquerda. O que houve foi motivado pela crise ética, pela descrença na política e pela falta de sonhos”.


Fonte: ParlamentoPB
3
0 Comentários

Postar um comentário