http://www.betsporting.com.br/



ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Cosmo - Encontrado morto próximo a Guarabira/PB
Cosmo – Encontrado morto próximo a Guarabira/PB

Uma morte ainda sem explicação vem chamando a atenção da polícia e também da população da Região Metropolitana de Guarabira, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (05). Um homem identificado como Cosme Inácio da Silva, 42 anos e que trabalhava como gari, da Prefeitura de Pirpirituba/PB, foi encontrado sem vida e sem sinais de agressão nas proximidades de uma vila que fica nas imediações da ladeira que dá acesso ao Memorial de Frei Damião, entre Guarabira e Pirpirituba.

Em contato com o delegado seccional da 8ª DSPC, em Guarabira, Ricardo Sena, que está acompanhando o caso, que tem o delegado Fabio Facciole como responsável, fomos informados de que há uma suspeita de que Cosme tenha cometido suicídio por envenenamento, mas somente o laudo cadavérico é que vai confirmar ou não as suspeitas.

Detalhe

Residência das vitimas/Foto: Classe A da Notícia
Residência das vitimas/Foto: Classe A da Notícia
O detalhe desse caso é que na noite de ontem (04), Cosme invadiu uma residência e esfaqueou uma mulher e sua filha de apenas 9 anos de idade, na cidade de Pirpirituba, onde ele também residia. Segundo relatos de vizinhos das vítimas, o acusado bateu na porta de Edilene Narciso Alves da Silva e quando ela abriu a porta ele invadiu o imóvel e passou a esfaquear a mesma. Diante da situação, a filha dela tentou socorrer a mãe e também foi atingida por golpes de faca peixeira. Ainda de acordo com relatos de vizinhos, o SAMU foi acionado, mas em virtude da demorada no socorro, elas foram levadas pelo carro do Conselho Tutelar para o Hospital Regional de Guarabira e passam bem.

Após cometer a tentativa de homicídio, o acusado fugiu do local usando uma bicicleta e só foi encontrado na manhã desta terça, próximo a Guarabira, já sem vida.

Segundo o senhor José Ítalo Alves da Silva, esposo e padrasto das vítimas, Cosme tentou matar Edilene por que ela havia denunciado o mesmo ao Conselho Tutelar por estar assediando sexualmente a filha dela de apenas 9 anos.

Mãe e filha, vitimas/Foto: Classe A da Notícia
Mãe e filha, vitimas/Foto: Classe A da Notícia


Da redação, com Classe A da Notícia
3
0 Comentários

Postar um comentário