http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video




sedes policia prende empresarios por fraudes superiores a R$ 1,4 milhão (3)
O trabalho de investigação de policiais civis da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa resultou na prisão de dois suspeitos na prática de fraudes na Capital. Desta vez, a equipe da unidade especializada prendeu o empresário Guilherme Campelo Rabay Neto, 28 anos, por crimes relacionados à emissão de cheques bancários e negociação de veículos.  Segundo a Polícia Civil, ele ainda responde a doze processos criminais por estelionato, que representam prejuízo superior a R$ 400 mil às vítimas. O outro preso é o empresário José Victor Fechine Peixoto, suspeito de fraudes relacionadas à negociação de veículos e emissão de cheques bancários, causando prejuízo superior a R$ 1 milhão.

De acordo com o delegado Lucas Sá, na prisão de Guilherme, a especializada identificou que ele já foi preso três vezes. “O suspeito age de maneira reincidente e violenta, ameaçando as vítimas de morte. Quando elas tentam receber os valores devidos pelo suspeito, ele pratica condutas sempre como o mesmo modus operandi: emitindo cheques bancários de terceiros, de contas encerradas e falsificando as assinaturas de alguns cheques bancários. Além disso, ainda simula transferências e depósitos, com envelopes vazios, visando ganhar tempo e permanecer impune pelas fraudes praticadas”, explicou a autoridade policial.

O empresário vai permanecer na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, na Capital, e será encaminhado à audiência de custódia, para decisão sobre sua permanência em unidade prisional. A equipe da DDF orienta que as vítimas do suspeito compareçam à delegacia, a fim de que todos os fatos sejam encaminhados à Justiça e para que o suspeito responda efetivamente por todas as suas condutas criminosas.

Já no segundo caso, a Polícia identificou que o suspeito José Victor negociou, dentre diversos veículos, um BMW, apropriando-se dele, desde dezembro de 2015. Segundo o delegado Lucas Sá, a Polícia Civil do Ceará entrou em contato com a DDF, repassando toda a documentação que comprovava a apropriação indevida do veículo, motivo pelo qual a equipe da delegacia passou a monitorar o suspeito, conseguindo localizá-lo na posse do veículo, em uma residência situada no bairro da Torre, motivo pelo qual o suspeito foi preso em flagrante.

José Victor Fechine responde a três processos criminais em João Pessoa e chegou a permanecer meses foragido. O suspeito permanecerá na carceragem da Central de Polícia Civil aguardando o encaminhamento à audiência de custódia, que decidirá sobre a sua permanência em um Presídio da Capital.
3
0 Comentários

Postar um comentário