http://www.betsporting.com.br/



ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

IMG_2188O PSB e os partidos que integram a aliança que forma a nova força política de Guarabira realizaram mais uma plenária de bairro. Desta feita, o encontro ocorreu na Associação de Moradores do conjunto Clóvis Bezerra e reuniu também moradores do Lucas Porpino, Antônio Mariz e Antônio de Freitas.

Diversos moradores apresentaram suas reivindicações ao pré-candidato a prefeito de Josa da Padaria e ao pré-candidato a vice, Beto Meireles. Entre as mais citadas está o fim do lixão, que afeta a que reside nas imediações com a fumaça tóxica, a construção de uma praça no Clóvis Bezerra, construção de um ginásio de esportes e uma creche.

O evento político-partidário reuniu lideranças comunitárias, os vereadores Gerson do Gesso, Jáder Filho, Bica, suplentes de vereador, pré-candidatos a vereador e contou com a presença do presidente do Partido Socialista Brasileiro em Guarabira, Célio Alves.

Josa da Padaria defendeu a forma de escutada da população através das plenárias de bairros para colher propostas dos moradores e inserir no plano de governo o que pode ser executado numa futura gestão socialista. Para Josa, os opositores estão incomodados com o trabalho feito pelos que integram os Girassóis.

“A cada dia eu me conscientizo de que o estilo socialista de fazer política é diferenciado dos demais. 

Não é à toa que o nosso governador Ricardo Coutinho tem tido a aprovação dos paraibanos e é reconhecido nacionalmente como um grande governador. Eu não tenho dúvida que esse trabalho idealizado pelo PSB está rendendo muitos frutos e incomodando aqueles que se acostumaram a fazer política do jeito que eles querem sem ouvir a população”, disse Josa.

O socialista disse outras famílias também tem condições de governar Guarabira e defendeu que seja quebrada a gangorra Paulino/Toscano.

“Tenho a certeza que vamos estar juntos, eu e vocês nessa caminhada que é muito difícil, mas Guarabira não pode ficar só Toscano e Paulino. Um dizendo que quer fazer, outro dizendo que não fez, mas quer mais quatro anos. Só quem pode ser prefeito não é Paulino e Toscano não. Pode ser os da Silva, os Meireles, os Andrade, os Xavier, os Antônio, os Costa. Pode ser qualquer um querer fazer o bem”, argumentou o pré-candidato.
3
0 Comentários

Postar um comentário