http://www.betsporting.com.br/


ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

O Campinense se despediu com derrota na Copa do Brasil. A Raposa paraibana foi até o estádio Mineiro e perdeu para o Cruzeiro pelo placar de 3 a 2, no jogo de volta pela Copa do Brasil. O confronto inicial havia terminado empatado sem gols.

O rubro-negro entrou em campo sem jogadores considerados importantes e que vinham sendo escalados pelo técnico Francisco Diá nas partidas anteriores. A comissão deixou de fora da lista de relacionados os volantes Negretti e Fernando Pires, o zagueiro Joécio, o meia Jussimar e os atacantes Rodrigão e Raul. Eles foram poupados tendo em vista a partida decisiva de domingo contra o CSP, e que vale vaga na final do Campeonato Paraibano.

Os donos da casa abriram o placar aos 17 minutos com gol do atacante Allano. A jogada começou com Élber que lançou Lucas na linha de fundo. Ele cruzou e deixou a bola praticamente na cabeça do atacante, que não desperdiçou.

O rubro-negro responde com gol de Adalgiso Pitbull aos 39 minutos. Ele recebeu passe certeiro de Filipe Ramon pela esquerda.

O argentino Arrascaeta pôs o Cruzeiro novamente em vantagem quando eram jogados quatro minutos da etapa final. Depois foi a vez do atacane William ampliar o placar, aos 29. O contra-ataque rápido foi suficiente para o atleta se livrar de Glédson e deixar a Raposa mineira em situação confortável.

Pressionando, o Campinense diminui aos 41 com tento marcado novamente por Adalgiso Pitbull.

Ainda durante a partida, aos 46 do segundo tempo, o goleiro Glédson cometeu falta dura em Pisano, para evitar que ele marcasse, e acabou sendo expulso. A meta passou a ser defendida por Reginaldo Júnior. Instantes depois o árbitro encerrou o confronto.

Com esse resultado, a equipe da Paraíba se despede da Copa do Brasil. Os mineiros, por sua vez, estão classificados para a fase seguinte e vão enfrentar o Londrina, que desbancou o Paraupebas após duas vitórias por 1 a 0 e 6 a 0. Os jogos acontecem nos dias 10 e 17 de maio.
Ficha técnica

Cruzeiro

Fábio, Lucas, Bruno Viana, Bruno Rodrigo, Sánchez Miño, Henrique, Lucas Romero, Arrascaeta, Élber, William e Allano.
Técnico: Geraldo Delamore

Campinense

Glédson, Everaldo, Jairo, Tiago Sala, Danilo, Magno, Filipe Ramon, Renatinho, Róger Gaúcho, Adalgiso Pitbull e Reginaldo Júnior.
Técnico: Francisco Diá

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistente 1: Luiz Cláudio Regazone
Assistente 2: Silbert Faria Sisquim
3
0 Comentários

Postar um comentário