http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Quatro mulheres morreram (Reprodução/ moficorreio/ instagram)O diretor do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, Edvan Benevides, confirmou, na manhã desta terça-feira (1º), mais uma morte de vítima da batida entre ônibus e trem ocorrida nessa segunda (29). A mulher de 35 anos morreu por volta da 1h. Ela é a quarta vítima do acidente.

Em entrevista à rádio Correio, Benevides disse que outras oito pessoas seguem internadas no hospital e o estado de saúde delas inspira cuidados. Entre essas vítimas, estão uma adolescente de 14 anos e um homem de 53, cujos quadros clínicos são considerados graves, conforme boletim divulgado pela equipe médica.

A recomendação do Trauma é que haja doação de sangue para ajudar as vítimas.

O acidente

A batida entre ônibus e trem aconteceu na tarde dessa segunda-feira (29), no distrito de Várzea Nova, em Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa.

Ao Portal Correio, o delegado Antônio Farias, da 6ª Delegacia Distrital em Santa Rita, disse que uma falha do ônibus teria feito com que o veículo ficasse parado na linha férrea.

Ainda segundo o delegado, o motorista poderá ser indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, por não ter aberto as portas do ônibus para que os passageiros descessem antes da colisão. O condutor fugiu após a ocorrência.

“O ônibus não saia do local enquanto o trem buzinava; não se sabe se havia algum problema; o que se ouviu foram pessoas gritando e corpos ‘voando’ de dentro do ônibus; uma cena horrível”, disse uma testemunha à TV Correio.

CBTU lamenta acidente

Em nota, a CBTU lamentou o acidente e as mortes e informou também que vai abrir uma sindicância para apurar os fatos. A Companhia confirmou que testemunhas informaram que o maquinista acionou, diversas vezes, o apito do trem, mas o ônibus não saiu da linha e a colisão não pôde ser evitada.


Portal Correio
3
0 Comentários