http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

fugaA Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande Norte, registrou mais uma fuga por túnel. Aconteceu na noite desta quarta-feira (24). A informação foi confirmada pela direção da unidade. Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal.

Diretor da penitenciária, Ivo Freire disse que ainda não se sabe quantos presos conseguiram fugir, e que uma recontagem será feita na manhã desta quinta-feira (25). “Vamos acionar a Secretaria de Justiça e Cidadania [Sejuc] para receber apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) ou do Batalhão de Choque da Polícia Militar”, informou. O túnel foi escavado a partir do pavilhão 1. No último domingo (21), dois homens escaparam usando um túnel no mesmo pavilhão.

Ao G1, o diretor admitiu que apenas as entradas do túnel foram fechadas. “A escavação, sob a penitenciária, é a mesma usada na fuga de domingo. A extensão não foi concretada”, disse.

Ainda de acordo com Ivo, são 300 detentos somente no Pavilhão 1. Ao todo, a penitenciária tem 1.100 presos.

Fugas em 2016
 
Sem contar com a fuga desta quarta-feira (24), 95 detentos já escaparam do sistema prisional potiguar este ano. Destes, 15 fugiram de Alcaçuz. No dia 19 de janeiro foram 3. Dois dias depois, escaparam outros 10. E no último domingo, dia 21, outros dois também escaparam da penitenciária.

Sistema em calamidade
 
O sistema penitenciário potiguar está em calamidade pública desde o dia 17 de março de 2015, após uma onda de rebeliões que atingiu pelo menos 14 das 33 unidades prisionais do estado. O decreto, renovado em setembro, tem validade até março deste ano.

De acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), já foram gastos mais de R$ 7 milhões nas reformas das unidades depredadas. A secretaria reconhece que o sistema penitenciário do RN é ultrapassado e precisa de uma modernização com mais eficiência e tecnologia nos processos.


Jean /G1RN
3
0 Comentários