http://www.betsporting.com.br/


ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Célio Alves PSBO secretário executivo da Comunicação da Paraíba, o jornalista Célio Alves, enviou nota a redação nesta quinta,11, negando veementemente informações divulgadas no Brejo paraibano dando conta que seria o ‘pivô’ no desentendimento político entre o prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB) e a sua irmã Wardiria Toscano, que anunciou recentemente que irá abraçar o projeto ‘Girassol’ na Rainha do Brejo provocando descontentamento em parentes.

Na nota, Célio enfatiza que o culpado por tamanho desconforto é o prefeito de Guarabira e que jamais estimulou qualquer tipo de desentendimento. O auxiliar do governador Ricardo Coutinho (PSB) também comemorou a adesão da integrante da família Toscano ao projeto encabeçado por Josa da Padaria (PSB) e também revelou não temer qualquer tipo de ameaça.

Confira a nota na integra:

Presto, aqui, alguns esclarecimentos:

A discussão do prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, com sua irmã Wardíria, respeitada tabeliã, não ocorreu por minha causa. Esse fato ocorreu na quinta-feira, 28/01, no Restaurante Atualle, e somente na sexta-feira, dia 29/01, a convite dela estive em seu camarote na Festa da Luz.

Não sou de estimular cizânia entre parentes. Se há um responsável por isso, é o próprio prefeito, que foi deselegante com a irmã na presença de outras pessoas, ao cobrar IPTU do sobrinho, ameaçar incluir na dívida ativa do Município e ao dizer que ele é dominado pela esposa.

Wardíria apenas respondeu que o prefeito, durante 8 anos da gestão de Fátima Paulino, não pagou um mês sequer de IPTU, e nem por isso a então prefeita, à época adversária sua, agiu como ele agora.

Não foi a primeira vez que Wardíria Toscano foi alvo do prefeito. No início de sua gestão, ele exigiu que ela pagasse ISS de 5 anos anteriores, mesmo sem esse tipo de tributo estar regulamento em lei nesse período. Tanto é que, à exceção do dela, que aceitou um parcelamento, os demais cartórios preferiram litigar judicialmente.

Jamais estimulei Wardíria a qualquer decisão política, pois trata-se de uma mulher de bastante maturidade e independente. Minha ida à sua casa, no Carnaval, também foi a convite seu. A decisão dela de apoiar Josa e Beto também foi absolutamente espontânea.

Ética, disse-me que não pretende falar mal do prefeito, no que eu concordo, pois são irmãos, mas que cansou de votar nele e também de ser tratada com deselegância.

Politicamente, enquanto presidente do PSB, recebo com entusiasmo a decisão de Wardíria, e vejo nela a dimensão do projeto político inovador que estamos construindo em Guarabira, e que será defendido na campanha eleitoral pelos companheiros Josa e Beto.

Por fim, não temo as ameaças de gente que se intitula mensageira do prefeito, que afirmam que ele irá desmoralizar-me em breve, pois estaria preparando algo contra mim.

Se arroche de lá que eu me arrocho de cá, pois sou madeira de lei que cupim não rói!

Jean Ganso/Rafael San
3
0 Comentários