http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

dulceO naufrágio de uma lancha que levava 34 turistas, entre eles uma brasileira, no mar do Caribe neste sábado (23), no litoral da Nicarágua, deixou 13 costa-riquenhos mortos, informou o porta-voz da presidência do país, Rosario Murillo.

O acidente foi provocado por fortes ventos, que fizeram a lancha tombar enquanto ela navegava entre Corn Island e Little Corn Island, duas ilhas paradisíacas da Nicarágua no mar do Caribe. “Estamos falando de 21 pessoas encontradas com vida e 13 mortas. Ainda não conseguimos resgatar quatro corpos”, disse Murillo, através dos órgãos de comunicação do governo.

Entre os passageiros que sobreviveram, estão 13 costa-riquenhos, dois britânicos, dois americanos, três nicaraguenses e a brasileira Dulce Blank, de acordo com as autoridades locais. De acordo com seu perfil no Facebook, ela nasceu em São Lourenço do Sul (RS) e vive na cidade de Santa Ana, na Costa Rica.

Também foram resgatados com vida o capitão do navio, Hilario Blandón, e seu ajudante. O capitão do barco foi preso pelas autoridades por ser considerado culpado pelo naufrágio, já que zarpou sem autorização por causa das condições climáticas adversas. Murillo disse que os responsáveis pelo acidente serão colocados à disposição da Justiça.

Os corpos das vítimas serão levados até o aeroporto de Manágua, capital do país, onde passarão por autópsia antes de serem enviados à Costa Rica, disse a porta-voz da presidência.

A Força Naval da Nicarágua redobrou a segurança para impedir que outras pequenas embarcações iniciem viagens sem permissão.

Jean Ganso/ G1
3
0 Comentários