http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

http://i1.wp.com/pbvale.com.br/wp-content/uploads/2016/01/PM-01-2.jpg
A Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) da Paraíba reforçou o policiamento das divisas com o Rio Grande do Norte nesta terça-feira (11) depois que mais de 40 presos fugiram da Cadeia Pública de Natal, capital potiguar. A medida inclui principalmente reforço na área do Litoral Norte paraibano e região de Santa Rita.

“Entramos em contato com a secretária de Segurança Pública daquele estado, Kalina Leite, confirmamos o reforço do efetivo na divisa e ainda solicitamos a lista dos presos que fugiram, assim como fotografias, e também nos colocamos à disposição para integrar forças na captura dos fugitivos”, explicou o secretário da Segurança e da Defesa Social da Paraíba, Cláudio Lima.

As cidades de Jacaraú e Marcação, ambas situadas no Litoral Norte paraibano já estão com o policiamento reforçado, segundo informou o capitão Alberto Filho, comandante da 2ª Companhia Independente. “Viaturas já estão em pontos estratégicos para evitar a entrada dos fugitivos na Paraíba. Carros, ônibus e motos são parados e as pessoas revistadas”, disse.

O Comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, destacou que já se reuniu com os gestores do Comando Regional Metropolitano para reforçar o policiamento nas áreas do 7º Batalhão de Polícia Militar de Santa Rita e 2ª Companhia Independente de Mamanguape, a fim de intensificar as estratégias de trabalho. 

“Inicialmente nós reforçamos com uso dos efetivos das Forças Táticas dessas unidades, com suporte do Bope para estabelecer respostas imediatas, e também Batalhão de Trânsito, por meio da Companhia de Polícia Rodoviária. As agências de Inteligência das Forças de Segurança também estão interligadas para buscar informações que nos conduzam a prisões”, frisou Euller Chaves.

Fuga

Os 46 presos cumpriam pena em regime fechado na Cadeia Pública de Natal, também conhecido como Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes. Segundo da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, os detentos usaram um túnel que passava por baixo do complexo penal João Chaves, que fica ao lado da unidade prisional. De lá, os detentos foram às ruas e se dispersaram. Até as 11h, sete tinham sido recuperados.

Jean Ganso/PBVale
3
0 Comentários