http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video


PADREADAUTO
O padre Adauto Tavares, da paróquia de Nossa Senhora da Luz, em Guarabira, entrou na polêmica que envolve o processo de cassação do presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), durante celebração de missa no último fim de semana.

O religioso disse textualmente que “esse Eduardo Cunha é ladrão, roubou o Brasil e está tudo provado em documentos que são mostrados na imprensa”.

Em relação aos deputados paraibanos que defendem os interesses de Cunha do Conselho de Ética da Câmara, Adauto sugeriu voto contra os deputados Wellington Roberto (PR-PB) e Manoel Júnior (PMDB-PB). “Quem tiver vergonha na cara não vota nunca mais nesses deputados daqui da Paraíba que estão aí defendendo o presidente da Câmara”, falou o padre.


Portal 25 horas
3
0 Comentários