http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Daniel Santana dos Santos, de 27 anos, namorou por quatro anos a jovem Isabel Cristina Faria, de 19 anos. Cansada das agressões, ela decidiu romper o relacionamento e seguir sua própria vida. Quando Daniel descobriu que Isabel estava grávida de outra pessoa, ficou furioso e assassinou a jovem com seis tiros à queima roupa.

Os dois tiveram um filho quando ainda eram namorados. Após a separação, a criança que hoje tem um ano e oito meses passou a morar na casa da mãe.

O motivo de tanta violência é que o ex-namorado não aceitava o novo relacionamento da jovem e decidiu acabar com isso de uma vez por todas.

De acordo com a reportagem do Cidade Alerta, Isabel tinha uma medida protetiva contra Daniel, mas a ação judicial não foi respeitada.

Em quatro meses que esteve solteira, Isabel engravidou de outra pessoa. Ela tentou esconder a gravidez do ex-namorado, mas não demorou para ele descobrir a verdade.

Assim que soube da gravidez, Daniel ficou furioso e foi até a casa da ex-namorada tirar satisfação.

O criminoso invadiu a casa e encontrou Isabel segurando o filho pequeno no colo, mas mesmo assim ele não hesitou e descarregou o pente: seis tiros à queima roupa. A grávida não resistiu aos ferimentos e morreu com o filho no braço.

A mãe da vítima, Miriam, não foi baleada por sorte.

— Ele apontou pra mim, mas não tinha mais bala. Ele tentou disparar três vezes. Pensei que ia morrer também. Voltei pra tirar o bebezinho dos braços da minha filha.

A mãe da vítima, Miriam, não foi baleada por sorte.

— Ele apontou pra mim, mas não tinha mais bala. Ele tentou disparar três vezes. Pensei que ia morrer também. Voltei pra tirar o bebezinho dos braços da minha filha.

Nas paredes da casa onde o crime aconteceu é possível ver as marcas dos disparos feitos por Daniel.

Fabrícia Santos, amiga da vítima, afirmou ter presenciado algumas das agressões de Daniel em Isabel.

— Ela estava tentando viver a vida dela, mas ele não deixava, né? Ele se achava dono dela. Eu já presenciei brigas, não todas, mas ele batia nela.

O criminoso fugiu em uma moto, mas foi preso pela polícia horas depois e encaminhado para a delegacia.
Daniel estava embriagado quando cometeu o crime e deverá ser enquadrado em feminicídio e outros dois crimes.

R7
3
0 Comentários