http://www.betsporting.com.br/



ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Acompanhando a moda das condicionantes, que ora vive a política de Guarabira, o empresário João Rafael de Aguiar (PTB), resolveu impor a sua.

Adepto radical da filosofia de “quem não se impõe, se submete”, João não esconde sua pretensão de ser prefeito de Guarabira, mas nas entrelinhas, está desconfiando que não há sinceridade no desejo do PMDB de apoiá-lo para prefeito.

O questionamento público do empresário é cabal: “se sou a melhor a opção para unir as oposições de Guarabira, por que não o sou no meu partido o PTB? Por que tenho que abandonar os girassóis para ser o candidato do PMDB? O obstáculo é uma simples filiação partidária?”

E João foi mais além: “não posso deixar no meio do caminho os companheiros que acreditaram no projeto do governador Ricardo em 2014, quando muitos apostavam ser impossível”.

A chapa JR

Bem, o dia era pra falar mesmo. João Rafael utilizou o espaço da Rádio Rural neste sábado, (3), para propõe uma chapa de unidade das oposições. Considerando que o desejo do PMDB de votar nele para prefeito é sincero, o dono da Rádios Cultura e Rural, sacramentou: “que tal uma chapa comigo na cabeça e Roberta Paulino na vice, uma talibã respeitada em Guarabira, seria uma grande honra tê-la como companheira”.

A temporada das condicionantes

O PMDB só vota em João Rafael se ele estiver filiado em seus quadros. O PSB só faz aliança com o PMDB se Raniery apoiar o Governo. João Rafael propõe que Paulino demonstre sua sinceridade lhe apoiando mesmo no PTB. Falta Zenóbio dizer a sua.

Condições pra lá, condições pra cá. Eis a temporada “quem não se impõe, se submete”.

Rafael San

3
0 Comentários