http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Motoristas que abasteceram veículos no Posto Opção, na avenida Pedro II, em João Pessoa, denunciaram que a gasolina do local estaria misturada com água. O caso aconteceu na manhã de terça-feira (1º) e, segundo o Procon-JP, o gerente do posto disse que a mistura foi acidental. O combustível com água pode danificar peças de carros e motos e causar prejuízos entre R$ 200 e R$ 5 mil. O posto se prontificou em ressarcir os clientes.

O caso teria sido descoberto por motoristas que abasteceram no posto e viram um tom mais claro na gasolina. Ao perceber a diferença, um dos motoristas teria procurado o gerente do local e sido orientado a ir ao Procon-JP. Outros se queixaram de problemas em veículos, como perda de força.

O secretário do Procon-JP, Helton Renê, informou que o caso já está esclarecido e que o posto se prontificou a ressarcir os clientes que identificaram a ‘mistura’.

“Foi uma coisa pontual. O gerente alegou que a tampa de um dos tanques estaria fechada de maneira incorreta e isso possibilitou a entrada de água da chuva. A confissão é a rainha das provas; o gerente falou que o posto vai ressarcir os clientes que identificaram a mistura na hora. Agora, o papel do Procon-JP é de monitorar se os clientes vão ou foram ressarcidos e, caso não tenham sido, eles devem procurar o Procon para agirmos com as medidas cabíveis”, afirmou o secretário.

Ainda segundo Renê, caso os representantes do posto não tivessem reconhecido o erro, o local passaria por uma fiscalização, com coleta de amostras para a realização de exames e aplicação de possíveis punições.

‘Mistura’ danifica peças

De acordo com o Francisco Hernanes, chefe do setor de mecânica de uma das lojas Autoclub Honda em João Pessoa, a utilização de combustíveis que tenham sofrido adulteração pode danificar diversas peças de carros e motos causando prejuízos que, somados, chegam a até R$ 5 mil.

“Nessas situações, o motor não consegue funcionar e começa a falhar com tendência a parada total e repentina do veículo. Bicos injetores são danificados, a bomba de combustível quebra e pode ocorrer a corrosão interna em todas as peças do sistema de alimentação do veículo. Dependendo do modelo e ano do veículo a troca das peças pode variar entre R$ 200 e R$ 800, se for um carro de modelo básico, e de até R$ 5 mil em um veículo de maior porte”.

Via Portal Correio
3
0 Comentários