http://www.betsporting.com.br/


ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

A Polícia Civil da Paraíba realizou mais um trabalho de repressão qualificada ao tráfico de drogas na madrugada desta terça-feira (8) no interior do Estado. Desta vez, a ação aconteceu na zona rural de Cajazeiras, onde a Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de João Pessoa apreendeu 769 tabletes de maconha, a maior quantidade de entorpecentes retirada de circulação neste ano. Equipes da 20ª Delegacia Seccional também deram apoio à delegacia especializada.

A droga estava escondida em um teto falso de um caminhão baú, rebocado por outro caminhão. Durante a abordagem, foram presos Odair José Linhares Maia, 32, e Diego de Souza Dutra, ambos naturais de Brejo do Cruz, de onde vinha o veículo. Também foi apreendia uma espingarda calibre 12, com munições.

Segundo o delegado Thiago Sandes, titular da DRE, a equipe da delegacia especializada se deslocava na realização de outro trabalho quando suspeitou do caminhão, que entrou em uma estrada vicinal. “A atitude chamou a nossa atenção, visto que o caminho ia dar apenas em um açude da localidade, não levando a qualquer outro lugar. A partir daí, abordamos o veículo e as quatro pessoas que lá estavam. Quando abrimos o caminhão rebocado, nossa equipe identificou a existência da droga na parte superior. Todos os quatro homens foram ouvidos e dois deles foram liberados, porque apenas tinham sido contratados para realizar o reboque do caminhão que estava com a droga, mas não sabiam da existência dela”, explicou o policial, acrescentando que o flagrante foi feito na sede da Delegacia Seccional de Cajazeiras.

Para o delegado geral de Polícia Civil, João Alves de Albuquerque, o êxito na apreensão da droga denota a atenção especial dedicada pela instituição em investigações de enfrentamento ao tráfico na Paraíba. 

“Realizando outra investigação, a equipe foi proativa ao apurar uma conduta suspeita que resultou nessa apreensão de maconha, considerada a maior já realizada este ano pelas polícias estaduais. A Polícia Civil tem realizado um trabalho diferenciado, pautado na atividade investigativa de excelência, visando a proteção da sociedade”, frisou o chefe da instituição.

O material apreendido foi encaminhado à unidade do Instituto de Policia Científica da região para exame e pesagem e deve ser trazido para João Pessoa nesta quarta-feira (9). Já os presos permanecem à disposição do Poder Judiciário.
3
0 Comentários