http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira (26), acusados de atuarem num grupo de extermínio de gays, em Sertãozinho, microrregião de Guarabira, numa milícia formada por vigilantes de rua. A operação, denominada ‘Papa Sereno’ desencadeada pela Polícia Civil, da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, e pela Polícia Militar do 4ª Batalhão de Polícia Militar, prendeu Augusto César Santos Nascimento, de 22 anos, e Wellington Campelo Silvestre Silva, de 33 anos.

Os crimes que os dois foram acusados foram cometidos com requintes de crueldade. As vítimas eram agredidas, degoladas, posteriormente marcadas com ‘X‘ nas costas. O último homicídio foi cometido na noite do último domingo (23) e o corpo de Cícero Miguel dos Santos, de 41 anos, foi encontrado na segunda.

Outros dois crimes cometidos em 2013, apresentando as mesmas características são atribuídos à eles.

Segundo o delegado Seccional, Wallber Virgolino, as investigações começaram no primeiro semestre deste ano quando homossexuais foram mortos de maneira semelhante.

“Os homossexuais e pessoas ligadas a eles foram mortos degolados, com sinais de brutalidade e ainda uma cruz era feita nas costas das vítimas. Recebemos informações privilegiadas e conseguimos identificar o grupo”, disse.

Além da dupla presa, os policiais apreenderam munições. Os presos serão interrogados e deverão ser levados para presídios de Guarabira.
 
Por Nordeste 1
3
0 Comentários