http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Um oficial de Justiça deu cumprimento a mandado de reintegração de posse, no final da manhã desta terça-feira (18), em favor da Companhia Estadual de Habitação Popular – Cehap – que reclamou invasão de área localizada às margens da Rodovia PB-073, na saída de Guarabira para Mari, onde estava sendo construído um galpão pertencente ao vereador guarabirense Armando Malaguty, vice-presidente do Diretório Municipal do PMDB.
 
A tutela antecipada que garantiu a reintegração de posse foi da lavra do juiz da 5ª Vara Mista da Comarca de Guarabira, André Carvalho da Costa. Na liminar, o magistrado diz que “são verossímeis e plausíveis, numa primeira análise, os fatos alegados pelo autor, consistentes na injusta privação de posse de um bem que lhe pertence, estando presente o requisito do fumus boni iuris. Defiro, pois, liminarmente, a medida pleiteada de reintegração de posse, em decorrência do esbulho negociado”.
O coordenador jurídico da Cehap, advogado Paulo Câmara disse que a reintegração ocorreu mais maiores problemas e o parlamentar assinou o mandado apresentado pelo oficial de Justiça. “Foi uma reintegração tranquila. O vereador assinou o mandado de reintegração e não pode mais dá seguimento à construção. A Cehap apenas fez o que deveria ser feito que foi acionar a Justiça para ter direito à posse daquilo que lhe pertence. Inclusive o vereador já pode recolher o material que foi utilizado na construção”, disse o advogado, por telefone.
De acordo com o repórter Raelson Galdino, da Rádio Rural de Guarabira, o vereador Malaguty vai insistir na construção e alega que o terreno não pertence à Cehap. Ele admitiu ter acionado o mandado de reintegração, mas garantiu que a construção não vai parar.
Portal25Horas
3
0 Comentários