http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

As lideranças políticas da mais importante cidade da região do brejo paraibano não hesitam em deflagrar, antecipadamente, o processo sucessório municipal, que via de regra deveria ser vivenciado apenas no próximo ano.

Filiações, convenções, reuniões, pautas na mídia, adesões, declarações polêmicas e as famosas pré-candidaturas são  temas cada vez mais frequentes no cotidiano político da cidade de Guarabira.

E quando o assunto é candidatura, para muitos, a ordem é se valorizar para melhor barganhar. Projetos, ideias e planos para o coletivo parecem relegados a outra dimensão. Cada vez mais distantes, as propostas para o desenvolvimento da cidade, são substituídas no vocabulário de alguns políticos por ataques pessoais e tentativas de dividir cada vez mais as pessoas, criando rivalidades que só alimentam a manutenção de uma minúscula política de grupos. É o Vasco e Flamengo de sempre e a ultrapassada filosofia “de quem não está comigo, está contra mim”.

Nesse trivial da corrida eleitoral, um fato chamou a atenção dos guarabirenses. Neste sábado, 15, durante a convenção municipal do PMDB local, o empresário João Rafael (até então um dos pré-candidatos dos Girassóis), participou do evento e foi cortejado pelos peemedebistas e em alguns momentos reiterados convites foram direcionados ao empresário a fim de filiar-se ao partido e disputar a prefeitura.

No sábado, 8, João não participou da instalação do PSB Jovem de Guarabira, embora na ocasião o seu filho Jarbas Aguiar tenha proferido forte discurso em favor do currículo do pai, deixando nas entrelinhas o desejo da indicação do empresário como candidato do 40. Logo após, Roberto Paulino renova publicamente o convite para João ser candidato pelo PMDB. A novela ainda não terminou.

Dias depois, João Rafael vai a convenção, recebe de novo o convite, acena positivamente para a possibilidade e oferece almoço em sua residência para os caciques peemedebistas. Antes de servir o cafezinho pós-almoço, a tentação surge de novo, e quando servido o café, recebe de imediato gotas do adoçante LM (*). Diabético ou não, esse adoçante é recomendado para todos que desejam avermelhar.

Os mais próximos a João, dizem que ele sonha mesmo unir PMDB e PSB em torno do seu nome. Diariamente tem dito que uma divisão da oposição só favorece o atual prefeito, Zenóbio Toscano (PSDB).
Excepcionalmente, termino em verso:

Não sei se vai dar certo
Pois não faço previsão
Quem costura a muito tempo
Talvez não vença a eleição
Mas pode ter certeza
Ele é bom de convenção
(Rafael San)

* LM é uma alusão aos senadores Lira e Maranhão, que participaram da recepção.
3
0 Comentários