http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Na manhã desta segunda-feira (06), O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador João Alves da Silva, juntamente ao vice-presidente, desembargador José Aurélio, deram início a visita às Zonas Eleitorais cuja jurisdição abrange os municípios que passarão pelo processo de recadastramento do eleitorado. As visitas ocorrem no período de 06 a 09 de julho com prefeitos, juízes eleitorais e chefes de cartório.

As visitas ocorrerão por ordem cronológica. De acordo com o que foi repassado a imprensa, acontecerá na seguinte ordem:

10ª Zona Eleitoral – Guarabira

45ª Zona Eleitoral – Pilões

67ª Zona Eleitoral – Remígio

19ª Zona Eleitoral – Esperança

13ª Zona Eleitoral – Alagoa Nova

62ª Zona Eleitoral – Boqueirão

21ª Zona Eleitoral – Cabaceiras

Serão 26 Zonas Eleitorais, que abrangem os 98 municípios disciplinados pelo Tribunal Superior Eleitoral para o processo de recadastramento biométrico, visando parcerias com os prefeitos e presidente de câmaras para que disponibilizem de pessoal e em alguns locais, um recinto maior, para que sejam instalados os kits de recadastramento.

De acordo com o desembargador João Alves, o serviço biométrico foi instalado nesta segunda-feira (06) de maneira oficial nos três municípios que compõem a Zona Eleitoral de Guarabira. O serviço segue até março de 2016.

O juiz Gilberto Medeiros, da 10ª Zona Eleitoral, falou à nossa redação e disse que o trabalho realizado através do voto biométrico reterá a insegurança da população com relação à legitimidade da eleição.

“Não vai ter mais dúvida nenhuma que aquela pessoa que vai se dirigir à urna, seja o eleitor que está cadastrado conforme a legislação. Nós vamos buscar outros meios de dar maior legitimidade também. Evitando a fraude eleitoral e outros sentidos. A biometria resolve de forma definitiva essa questão”, disse.

Estiveram presentes na ocasião o Dr. Antônio Teotônio de Assunção, presidente da OAB Seccional Guarabira; o Presidente da Câmara Municipal de Guarabira, Inaldo júnior; o prefeito de Pilõezinhos, Nado Mendes, acompanhado do vice-prefeito Iraponil Siqueira; o prefeito de Araçagi, Didi Braz; o prefeito de Guarabira, Zé do Empenho e a Presidente da Câmara Municipal de Araçagi, Josélia Oliveira.

Como funciona o recadastramento

O recadastramento biométrico do eleitor envolve quatro passos básicos: atualização dos dados biográficos, digitalização da assinatura, fotografia e coleta das digitais de todos os dedos das mãos. Além de corrigir possíveis distorções do eleitorado, o procedimento confere mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação, impedindo que uma pessoa tente se passar por outra na eleição.





Portal Independente
3
0 Comentários