http://www.betsporting.com.br/

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

A provocação a Edinson Cavani pode custar caro ao chileno Gonzalo Jara. O lateral direito deve ser julgado pela comissão disciplinar da Conmebol por ter dado uma dedada no traseiro do atacante uruguaio na última quarta-feira.

“Será aberto um expediente. Estamos trabalhando para passar o assunto aos tribunais. Então amanhã (sexta) se saberá”, disse Alberto Lozada, membro da comissão disciplinar.

O lance culminou na expulsão de Cavani, que revidou a provocação acertando o rosto de Jara e levando o segundo cartão amarelo do árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci. O Chile marcou o gol da vitória por 1 a 0 cerca de 15 minutos depois de ficar com um homem a mais em campo.

Um agravante no caso de Jara pode ser a reincidência em polêmicas deste tipo. Em duelo contra o próprio Uruguai, pelas Eliminatórias da última Copa do Mundo, ele colocou a mão na região genital de Luis Suárez e levou um soco no rosto por isso. Na ocasião o árbitro não viu a provocação ou o revide e deixou a partida seguir.

O Chile volta a jogar na Copa América às 20h30 (de Brasília) de segunda, quando enfrenta o sobrevivente entre Bolívia e Peru em uma das semifinais. Titular ao lado de Medel na defesa chilena, Jara daria lugar a Miiko Albornoz caso fosse punido pela Conmebol.

Terra
3
0 Comentários